Home SEAAC Blog SEAAC Twitter Olho no Olho Base/Atendimento Presidenta Diretoria Categorias Circulares CCT Jurídico Homologações Currículos Parcerias Lembrador Info da Hora Seaac Acontece Associe-se Já! Colônia de Férias EAA Cadastro Empresa Cadastro Associado Salão de Beleza

 

 

SEAAC ACONTECE

 

 

 

 

 

SEAAC nas ruas de Americana, Limeira e Piracicaba, contra as reformas!

 

O SEAAC de Americana e Região participou hoje da Greve Geral convocada contra as Reformas da Previdência, Trabalhista e Terceirização. Diretores e empregados estiveram ativamente nas manifestações ocorridas em Americana, Piracicaba e Limeira, ajudando sindicatos, trabalhadores, estudantes e movimentos populares a demonstrarem seu descontentamento com os rumos que o Governo Federal tenta impor com as reformas. De forma organizada, entoando cantos de repúdio às mudanças, as ruas foram tomadas por gente de todas as idades que creem na força popular para evitar a precarização da vida dos empregados dentro e fora do ambiente de trabalho. A Presidenta do SEAAC, Helena Ribeiro da Silva, agradeceu e parabenizou sua equipe, demais sindicatos e populares pela demonstração de cidadania e força contra o desmonte que o Governo tenta impor aos trabalhadores e sindicatos. Veja abaixo como foram as manifestações nestas três cidades:

 

Americana mostrou força e união

Unidos num único objetivo: dizer não às reformas do Governo e repudiar as mudanças propostas, os sindicatos de Americana se reuniram na Praça Comendador Muller logo pela manhã. Sindicalistas e populares discursaram criticando as medidas que prejudicam a vida dos trabalhadores e repudiando os deputados que votaram a favor da reforma trabalhista, desrespeitando prazos legais para aprovar o projeto na Câmara Federal. Demonstraram esperança que o barulho das ruas mude os rumos da Reforma Trabalhista no Senado e evite a aprovação da Reforma da Previdência pelos deputados.

 

Limeira lota Praça Toledo de Barros

Da frente da Prefeitura até a Praça Toledo de Barros uma multidão de trabalhadores e integrantes de movimentos populares, liderada pelos sindicatos, caminhou cantando refrões contra o Governo e as mudanças, classificadas como “escravizadoras”. Na Praça, o ato culminou com as lideranças chamando o povo para se manter em vigília e opondo resistência aos atos de Brasília. A mistura de gêneros, idades e ideologias mostrou que os limeirenses estão unidos contra as mudanças, cientes que elas impõem sofrimento aos trabalhadores no dia-a-dia e aniquilam o sonho da aposentadoria.

 

Piracicaba: multidão canta “Fora Temer”

Desde a saída da passeata na Rua Armando Salles, até o seu término na Praça Central, o que se viu em Piracicaba foi inconformismo do povo com o Presidente Temer e a tentativa de mudar as regras trabalhistas e a previdência. Cantando “Fora Temer”, a multidão de populares, sindicalistas, estudantes e movimentos sociais ganhou o apoio de todo o comércio da área central, que baixou as portas e liberou os trabalhadores para acompanharem o ato. O povo também pediu o fim da corrupção, a punição dos envolvidos e a devolução do dinheiro surrupiado.

 

Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de Americana e Região

Trabalhador Conscientizado, Sindicato Transformado!