Home
SEAAC Blog
SEAAC Twitter
Olho no Olho
Base/Atendimento
Presidenta
Diretoria
Categorias
Acordos por Empresa
Acordos PPR
Jurídico
Homologações
Currículos
Parcerias
Lembrador
Info da Hora
Seaac Acontece
Associe-se Já!
Cadastro Empresa
Cadastro Associado

 

SEAAC ACONTECE

 

Na LSL aumento de 2,69% nos salários e PLR de R$ 1,4 mi

 

 

 

 

Os trabalhadores da Logística Sumaré Ltda (LSL), empresa que atua dentro da Honda, em Sumaré, aprovaram em assembleia a proposta de renovação do Acordo Coletivo de Trabalho e o PLR (Participação nos Lucros e Resultados). O resultado da votação secreta mostrou que 208 trabalhadores aprovaram a proposta negociada entre o SEAAC de Americana e Região e a empresa, enquanto 16 não aprovaram a proposta.

“Após diversas reuniões com a direção da LSL, e não havendo mais espaço para negociação, conseguimos uma proposta que entendemos ser viável para ser levada à assembleia. Durante todo o processo de negociação a empresa ponderou sobre o momento econômico que vice o país, em função da Pandemia do Coronavírus e a consequente diminuição das atividades econômicas e industriais. Mesmo assim, o insistimos e conseguimos a reposição integral da inflação nos salários e nas demais cláusulas financeiras. E quanto ao PLR, conseguimos a sua manutenção, embora com valores inferiores ao ano passado”, explicou a presidenta do SEAAC, Helena Ribeiro da Silva.

 

O Acordo Coletivo de Trabalho aprovado pelos trabalhadores tem aumento salarial de 2,69% a partir de 1º de agosto; piso salarial de R$ 1.438,00; reembolso creche de R$ 409,13; triênio de R$ 80,87 e adicional para os rebocadores de R$ 123,70.

Já com relação ao PLR a empresa pagará R$ 1.400,00 sendo a primeira parcela no valor de R$ 800,00 no dia 31 de agosto, próxima segunda-feira, e a segunda parcela de R$ 600,00 para 26 de fevereiro.

 

SATISFEITOS

Durante a assembleia, realizada com todos os cuidados preconizados pelas autoridades de saúde, o Diretor do SEAAC, José Carlos Bispo de Souza Júnior, foi abordado por trabalhadores satisfeitos com a negociação. Relatavam que devido a Pandemia e a redução das atividades na indústria, com forte retração no setor automotivo, acreditavam que o PLR poderia não ser pago este ano.  

Luciano Domiciano (Assessoria de Imprensa, 28 de agosto de 2020)

 
 

Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de Americana e Região

Trabalhador Conscientizado, Sindicato Transformado!