Home
SEAAC Blog
SEAAC Twitter
Olho no Olho
Base/Atendimento
Presidenta
Diretoria
Categorias
Circulares CCT
Jurídico
Homologações
Currículos
Parcerias
Lembrador
Info da Hora
Seaac Acontece
Associe-se Já!
Colônia de Férias EAA
Cadastro Empresa
Cadastro Associado
Salão de Beleza

 

SEAAC ACONTECE

 

 

SEAAC presente na 2ª Plenária da Força Sindical, em Piracicaba

 

 

Conscientizar sempre: A presidenta do SEAAC, Helena Ribeiro da Silva, aproveitou a 2ª Plenária da Força Sindical, em Piracicaba, para dar continuidade ao trabalho de conscientização quanto aos malefícios da Reforma da Previdência. Helena entregou cartilhas aos presentes. Uma explicando as mudanças de forma detalhada. Outra com nomes, telefones e endereço eletrônico dos deputados federais por São Paulo.

 

 

 

Helena secretariou Grupo 4 de discussões                                       Helena aplaudida em discurso

 

   

Diretora Gislaine e Leonice participam da plenária                  Propostas foram aprovadas por unanimidade

 

Aconteceu hoje em Piracicaba a 2ª Plenária preparatória para o 8º Congresso da Força Sindical do Estado de São Paulo. O SEAAC de Americana e Região esteve representado pela presidenta Helena Ribeiro da Silva e Diretora Gislaine Sacilotto, além de empregados. As plenárias são o órgão máximo de deliberação das entidades filiadas, tendo competência para discutir, aprovar ou rejeitar propostas. As deliberações e decisões das plenárias são de caráter consultivo e serão levadas para discussão no Congresso Estadual, marcado para 12 de maio, em Piracicaba. A primeira plenária foi realizada dia 7 de março em Bauru e a terceira será dia 18 de abril na Praia Grande.

 

Na abertura componentes da mesa diretora se  pronunciaram  sobre as reformas trabalhista, previdenciária e a aprovação pela Câmara Federal da terceirização, num clima de preocupação com os rumos que o Governo impõe aos trabalhadores. A presidenta do SEAAC, Helena Ribeiro da Silva,  foi aplaudida: “Sou otimista por natureza. Esta situação que nos é imposta deve nos levar à luta, de cabeça erguida e confiantes. Já passamos por obstáculos duros no passado e devemos ter energia, garra, determinação para contornarmos o momento atual e legitimamente defendermos os trabalhadores. O movimento sindical precisa redobrar sua força e lutar”.

 

Na sequência foram organizados quatro grupos de debate, todos com coordenação, relatoria e secretaria. O SEAAC se fez representar em três grupos, fazendo propostas de defesa das mulheres, negros, reestruturação das regionais, verticalização das decisões, maior participação feminina, formação de trabalhadores e dirigentes sindicais, fiscalização de normas internacionais e ocupação de maior espaço na mídia. No final cada grupo apresentou seu conjunto de propostas,  aprovadas por unanimidade.

mar/17

 
 

Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de Americana e Região

Trabalhador Conscientizado, Sindicato Transformado!