Home
SEAAC Blog
SEAAC Twitter
Olho no Olho
Base/Atendimento
Presidenta
Diretoria
Categorias
Circulares CCT
Jurídico
Homologações
Currículos
Parcerias
Lembrador
Info da Hora
Seaac Acontece
Associe-se Já!
Colônia de Férias EAA
Cadastro Empresa
Cadastro Associado
Salão de Beleza

 

TRÁFICO INTERNACIONAL DO SEXO

 

Veja as rotas e como a Internet pode ser um facilitador

 

Entenda como pode ser um primeiro contato pela Internet:

 

   

1 - Primeiro contato através de salas de bate-papo;   

2 - Jogo de sedução (intenção de namoro e ou casamento);

3 - Propostas de ganho extra e trabalho no exterior;

4 - Aliciadores levam vítima para o exterior com passaporte quase sempre falso, de turista ou organizam grupos com contratos de artistas (dançarinas, modelos, cantoras etc);

5 - No país de destino, os documentos são retiros pelos aliciadores e a pessoa passa a ter uma dívida com ele, que será paga com prostituição.

 

 

Os principais destinos (rotas conhecidas)

 

Espanha

Holanda

Venezuela

Itália, Portugal

Paraguai

Suíça

Eua

Alemanha,

Suriname

 

As principais causas

 

1 - desestruturação da família

2 - desinformação

3 - pobreza

4 - falta de perspectiva de vida

5 - drogas

6 - ganho econômico

7 - ambição

8 - corrupção

9 - contato com pessoas

 

O que diz a Lei

 

Facilitador                                     Pena

Aliciador                                        Reclusão de 3 a 8 anos

Parente ou empregador                  Reclusão de 4 a 10 anos

Por violência ameaça ou fraude       Reclusão de 5 a 12 anos

 

Se a vítima é menor de 14 anos o crime é considerado violento e a pena aumentada.

 

Fique atenta, não se deixe enganar

 
 

Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de Americana e Região

Trabalhador Conscientizado, Sindicato Transformado!