Home
SEAAC Blog
SEAAC Twitter
Olho no Olho
Base/Atendimento
Presidenta
Diretoria
Categorias
Circulares CCT
Jurídico
Homologações
Currículos
Parcerias
Lembrador
Info da Hora
Seaac Acontece
Associe-se Já!
Colônia de Férias EAA
Cadastro Empresa
Cadastro Associado
Salão de Beleza

 

SEAAC ACONTEC

 

 

Helena participa do relançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Trabalhadores no Comércio e Serviços

 

 

A Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (FPCS) foi relançada dia 1º de julho, no Congresso Nacional. Com a nova legislatura a Frente precisou ser reinstalada e a CNTC aproveitou o momento para expandir a atuação da FPCS a todas as categorias de serviços que representa, além dos comerciários.

 

A FPCS é a maior Frente Parlamentar do Congresso Nacional, representando 12 milhões de trabalhadores, e objetiva aproximar e ampliar a comunicação entre o Poder Legislativo e os trabalhadores no comércio e serviços, bem como aperfeiçoar a legislação no que tange aos interesses da categoria.

 

O presidente da FPCS, deputado André Figueiredo, enalteceu o trabalho da CNTC em defesa dos trabalhadores no comércio e serviços e garantiu que irá atuar efetivamente contra a precarização dos direitos dos trabalhadores.

“Vamos lutar em defesa do direito de 12 milhões de trabalhadores brasileiros, ligados ao comércio e serviços. Queremos ao máximo trazer benefícios para evitar a precarização para estes trabalhadores. Acreditamos que o Governo não dá atenção suficiente ao setor que é um motor importante para a economia brasileira”, disse André Figueiredo.

 

O presidente da CNTC, Levi Fernandes Pinto, destacou o crescimento da FPCS e os desafios enfrentados pela categoria.

“A criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Trabalhadores no Comércio e Serviços configura-se, sem dúvida, um outro importante marco na trajetória de defesa das causas desta imensa categoria profissional. Que ela espelhe as boas relações entre as entidades representativas dos trabalhadores no comércio e serviços e os parlamentares, legítimos representantes eleitos pelo povo para legislar por um Brasil melhor e mais justo. Este é o fórum adequado e profícuo para promover mudanças efetivas e avançar no processo democrático. São milhões de trabalhadores que enfrentam diariamente o pior da crise, com demissões, precarização do emprego, jornadas exaustivas, perda de direitos e de garantias constitucionais”, disse Levi Fernandes Pinto.

 

O requerimento de abertura da FPCS contou com a assinatura de 257 deputados e 46 senadores. Dentre as pautas em destaque estão: Igualdade de Gênero, Banco de Horas, Jornada de Trabalho de 40 horas, Qualificação Profissional, Despedida Imotivada e Trabalho Escravo

Fonte: CNTC

jul/15

 
 

Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de Americana e Região

Trabalhador Conscientizado, Sindicato Transformado!