Home
SEAAC Blog
SEAAC Twitter
Olho no Olho
Base/Atendimento
Presidenta
Diretoria
Categorias
Circulares CCT
Jurídico
Homologações
Currículos
Parcerias
Lembrador
Info da Hora
Seaac Acontece
Associe-se Já!
Colônia de Férias EAA
Cadastro Empresa
Cadastro Associado
Salão de Beleza

 

SEAAC ACONTECE

 

Frente Sindical do Aglomerado de Piracicaba será criada em fevereiro 2014

 

Os primeiros passos para a formação da Frente Sindical do Aglomerado Urbano de Piracicaba foram dados na manhã de 16/12, em reunião no salão nobre da Câmara, com a presença de aproximadamente 80 trabalhadores e dirigentes sindicais.

 

O encontro, organizado pelo vereador José Antonio Fernandes Paiva (PT) e com a participação de José Luiz Ribeiro (SDD) na mesa diretiva dos trabalhos, definiu para 21 de fevereiro de 2014 o ato oficial de implantação da Frente, que deve garantir uma atuação política mais forte dos sindicatos da região e fortalecer demandas comuns. Também ficou decidido que será composta uma comissão provisória, com o suporte dos mandatos de Paiva e José Luiz e a participação de representantes sindicais de Piracicaba, Limeira, Rio Claro, Araras, Leme e Capivari, além do Conselho Sindical Regional. Esse grupo será responsável por apresentar um esboço do regimento da Frente até 21 de janeiro, exatamente um mês antes da reunião que a oficializará.

 

Além de Paiva e José Luiz, presidentes, respectivamente, dos sindicatos dos bancários e dos metalúrgicos de Piracicaba compareceram ao encontro Fânio Gomes (Conespi), Benedito Barbosa (União Sindical dos Trabalhadores de Limeira), Luiz Alcântara (Metalúrgicos, de Leme), Mário Moreira (Alimentação, de Capivari), Marcelo Fiório (Sinergia, de Rio Claro), José Tavares Gomes (CUT, de Campinas), Francisco Pinto Filho (Força Sindical) e Fabrício Massa (representando a deputada estadual Ana Perugini-PT).

 

Paiva enfatizou o papel que a Frente desempenhará na unificação das lutas e na articulação dos trabalhadores da região, composta por 22 municípios e 1,343 milhão de habitantes e com PIB anual de R$ 27 bilhões. Segundo o vereador, ela deve atuar na retomada das ações conjuntas dos sindicatos da região, afetada após a decisão do ex-gerente regional do Ministério do Trabalho em Piracicaba, Antenor Varolla, de suprimir as reuniões do Conselho Sindical, "num momento em que a região abrangida por esses sindicatos passava a ter uma importante participação dentro do Ministério do Trabalho". José Luiz também comentou a necessidade de os trabalhadores se organizarem para enfrentar desafios que são comuns a todos ante o capital das grandes empresas. "Os problemas dos trabalhadores de Piracicaba hoje são os mesmos de outras regiões do país e do mundo. Se os trabalhadores não se organizarem de uma forma consciente e solidária, a globalização tomará conta."

dez/13

 
 

Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de Americana e Região

Trabalhador Conscientizado, Sindicato Transformado!