Home
SEAAC Blog
SEAAC Twitter
Olho no Olho
Base/Atendimento
Presidenta
Diretoria
Categorias
Circulares CCT
Jurídico
Homologações
Currículos
Parcerias
Lembrador
Info da Hora
Seaac Acontece
Associe-se Já!
Colônia de Férias EAA
Cadastro Empresa
Cadastro Associado
Salão de Beleza

 

SEAAC ACONTECE

 

HELENA PARTICIPA DE EVENTO DAS MULHERES COMERCIÁRIAS

 

 

 

Contente por participar desse evento, que sem dúvida está colocando as Mulheres Comerciárias e Práticas de Farmácia em destaque no mapa do movimento feminista brasileiro e tornando-se um "hit", a presidenta do SEAAC, Helena Ribeiro da Silva, também Diretora de Assuntos da Mulher da FEAAC, fez parte da mesa de abertura do “Mulher Valorizada, Comerciária Fortalecida”, dia 8/3 no auditório do Centro de Lazer da Fecomerciários na Praia Grande. A 2ª versão do evento reuniu cerca de 600 mulheres, sob o tema “Reconhecimento e Igualdade”

 

As participantes começaram o dia com uma caminhada de 1 km nas areias de Praia Grande. A atividade fez parte da programação e foi feita logo após o aquecimento, alongamento e aula aberta de dança de salão, também nas areias da praia.

 

Ao longo de todo o percurso os grupos trocaram informações sobre trabalho e a satisfação de estarem participando de um evento tão importante para comemorar o Dia Internacional da Mulher. Em uma saudável disputa, elas “gritavam” o nome do Sindicato e de sua cidade durante toda a caminhada.

 

As mulheres também puderam fazer avaliação gratuita do índice de glicemia, medir o IMC (Índice de Massa Corporal), tirar a pressão arterial e receber sessão de massagem no estande da parceira PoupaFarma instalado na praia em frente do local do evento.

 

Reunida a plenária no auditório foram discutidas as bandeiras de luta das mulheres comerciárias, precedidas por duas palestras, que abordaram a necessidade de haver uma “mudança de paradigmas” na sociedade, para que seja abolido a distinção entre mulheres e homens.

 

"A evolução da mulher na política, avanços e perspectivas" foi o tema da palestra da prefeita do município de Cruzeiro, Ana Karin Dias de Almeida Andrade e o ginecologista Dr. Malcom Montgomery discorreu sobre "Mulheres, suas dores, seus amores". O filme chamado “Vida Maria”, passou à plateia a mensagem de que a mulher “é uma pessoa que tem necessidades” e tem um árduo caminho a percorrer em busca da igualdade de oportunidades.

 

A Convenção 156 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que trata da igualdade de oportunidades e tratamento para homens e mulheres também foi abordada, pois está para ser ratificada no Brasil desde 1983 e o governo precisa ser pressionado para assiná-la.

 

 

Da discussão acerca das reivindicações da categoria, feita conjuntamente pelas trabalhadoras, será tirado um documento reunindo as causas comerciárias, que norteará as ações da Federação até março de 2013. O evento terminou com a apresentação da peça teatral "Balão de Dois" e jantar de confraternização.

 

A presidenta Helena definiu sua opinião sobre a importância da realização do evento, afirmando que é exatamente através da troca de experiências, de informações e da procura de caminhos para novas atitudes e ações que o movimento de mulheres conquistará a tão sonhada justiça e igualdade entre os gêneros.

 

PALAVRA DA PRESIDENTA HELENA

Hoje é um dia de reflexão. Um dia para repensar o nosso lugar no mundo, lembrando daquelas mulheres que foram atiradas ao fogo em 8 de março de 1857 porque reivindicavam uma jornada de dez horas diárias de trabalho. Será que hoje, nós também não estamos sendo atiradas ao fogo quando os patrões nos deixam 8, 9 e até 10 horas atrás de um balcão... ou sofrendo de lesões por esforços repetitivos, atrás de um computador na contabilidade... ou não estamos adquirindo stress por conta de jornada excessiva de trabalho?

 

Vejamos... Houve um aumento do número de mulheres no mercado de trabalho nas últimas décadas. E também cresceu o número de domicílios chefiados por mulheres.  No entanto esses números em relação à situação da mulher trabalhadora, considerando que nas últimas décadas houve um aumento significativo da mulher no mercado, não foram traduzidos em direitos trabalhistas, de forma a deixar equânime a situação entre os sexos.

 

Então, em encontros como este é necessário refletir de que maneira atuar para ampliar a participação das mulheres no mundo público - sindical e da política - e pensar quais os principais obstáculos enfrentados para que possamos atingir essa participação mínima, a cota de 30%.

Fica evidente o machismo, que marca a nossa estrutura social e sindical. Vemos o machismo nos exemplos mais simples - como, “quem vai às reuniões das escolas?” Elas, por isso precisam se ausentar do trabalho, ou os cuidados domésticos que são responsabilidades das mulheres, que acumulam afazeres e adoecem muito mais por isso.

 

E, na hora de decidir quem vai para o comando de alguma organização ou na hora de tomar uma decisão importante?

 

Ora, começamos a trilhar um caminho sem volta, estamos cada vez mais ocupando espaços de qualidade para que a mulheres estejam nos lugares de decisões dentro das Centrais, da Confederação, das Federações e em seus Sindicatos. A presença de tantas e diferentes mulheres neste evento as chama para a responsabilidade e a coragem que cada uma de nós precisa ter. Coragem esta que esta estampada na capa do livro da Presidenta Dilma que diz com clareza: “O que a vida quer da gente é Coragem”.  Coragem para enfrentar nossos problemas, dificuldades diárias, e traduzí-los em direitos conquistados e espaços ocupados. E sabemos que o resultado disso é igualdade de direitos, autonomia e um mundo muito mais justo.

 

A cada vez que nos depararmos, com uma dificuldade devemos nos lembrar que fomos escolhidas para estar aqui e agora. E como diz o Ministro Crivela. “Deus não escolhe as qualificadas, ele qualifica as escolhidas e vocês foram escolhidas para estarem aqui hoje, e isto faz todo sentido!

mar/12

 

 

 

 

aquecimento Mulher

 
 

Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de Americana e Região

Trabalhador Conscientizado, Sindicato Transformado!